Avaliação e acompanhamento socioeconômico e ambiental das comunidades tradicionais em áreas de manguezal com o repovoamento do caranguejo-uçá como forma de garantir a manutenção da atividade extrativista e geração de emprego e renda. Vigência: 2011 a 201

Resumo: Cariacica possui uma grande área de manguezal que serve como habitat natural para diversas espécies comerciais, dentre elas, destaca-se o caranguejo-ucá (Ucides cordatus). Economicamente, o caranguejo uçá é de grande importância, sendo utilizado como fonte principal de renda de diversos catadores e suas famílias. Os impactos antrópicos causados aos manguezais têm gerado alterações na estrutura populacional da espécie e redução de estoque. Além disso, um fato mais recente e preocupante tem sido destaque nas discussões sobre a manutenção dos estoques desta espécie. Uma doença que afetou os caranguejos, denominada de Doença do Caranguejo Letárgico (DCL), se espalhou rapidamente pelo Espírito Santo. Os caranguejos adultos e subadultos afetados em poucos dias acabam morrendo. Isto tem gerado grave problema social, pois muitas famílias que dependem deste recurso nestas regiões tiveram estes reduzidos, causando uma perda de renda significativa para esta parte da população. Além disso, o manguezal também sofre um grande impacto, pois perde um dos principais representantes de sua cadeia trófica. Neste sentido, o projeto visa realizar um diagnóstico socioeconômico e ambiental para melhor conhecer a comunidade local e realizar proposta de ação de implementação de repovoamento do caranguejo-uça.

Data de início: 2011-05-05
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Luiz Fernando Loureiro Fernandes
Pesquisador Maria Cristina Dadalto
Pesquisador Márcia Barros Ferreira Rodrigues
Pesquisador Sonia Missagia Matos
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910