O sacrifício pela res publica: o processo da recepção epistolográfica ciceroniana nas cartas de John Adams durante a Revolução Americana (1774-1777)

Nome: Julio Morguetti Neto
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/04/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Leni Ribeiro Leite Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Adriana Pereira Campos Examinador Interno
Leni Ribeiro Leite Orientador
Lorena Lopes da Costa Examinador Externo

Resumo: O processo revolucionário estadunidense bem como os debates acerca da estruturação política do nascente Estado foi influenciado por uma série de questionamentos: o projeto do sistema político nascente, a disputa entre um poder centralizado ou uma confederação entre as antigas colônias, agora denominadas estados; e diversos outros complicadores. Todas essas indagações foram debatidas e influenciadas por uma série de provocações pertencentes ao século XVIII. Dentre uma delas, que pretendemos trazer a luz para a nossa pesquisa, encontra-se a Recepção Clássica grega e latina. Os elementos clássicos são formadores cruciais do aparato conceitual e cultural dos founding fathers americanos, tornando-se elementos de identificação cultural comum para a formação de um país sem uma unidade previamente estabelecida. A presença da cultura clássica grega e latina é a base de onde partirão elementos políticos, econômicos, sociais e culturais. Dentro desse campo, analisaremos mais profundamente como essa permanência de uma tradição retórica clássica ainda possuía impacto em pleno século XVIII americano, principalmente entre membros da elite política americana, como John Adams, nosso objeto de análise. Analisaremos como a influência ciceroniana marcava a produção de um dos fundadores americanos, inclusive no âmbito privado como a produção de suas cartas. Veremos como se constitui esse processo da recepção ciceroniana na produção epistolográfica de John Adams, especialmente as missivas a sua esposa Abigail Adams, tendo como contexto a participação do americano durante os eventos revolucionários, como o Congresso Continental (1774-1777). Para efetuar esse diálogo com a produção epistolográfica da antiguidade, bem como suas estruturas, analisaremos os conjuntos de cartas ciceronianas conhecidas como Ad familiares e Ad atticum, e aprofundamos nosso recorte para analisar, especificamente, as cartas de Cícero enquanto ausente de Roma devido aos problemas políticos de sua rixa com Clódio. Dessa forma, nosso objetivo é estabelecer esse diálogo entre as estruturas retóricas da composição epistolográfica entre ambos na formação de um éthos exílico por motivações políticas e de serviço a um ideal republicano.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910